Análise da inserção do conteúdo de Astronomia no Exame Nacional do Ensino Médio do Brasil (1998-2018)

Autores

  • Raquel de Oliveira dos Santos Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Curitiba.
  • Marcos Antonio Florczak Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Curitiba.

DOI:

https://doi.org/10.37156/RELEA/2020.29.073

Palavras-chave:

Astronomia, PCN , ENEM, Análises de prova

Resumo

Este artigo é uma análise documental das questões com abordagem de Astronomia no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Foram analisadas as questões que contêm temas de Astronomia do ano de 1998 a 2018 da sua distribuição em relação às áreas de conhecimento ofertadas no exame. As questões foram classificadas em relação às diversas áreas da Astronomia, comparando-as com os documentos oficiais do ensino médio (PCN+) e critérios da tabela de classificação de temas com abordagem de Astronomia de Bretones (1999). Foi realizada uma pesquisa qualitativa sobre os conteúdos, assuntos e a forma de avaliação-cobrança das respostas destas questões. Durante os primeiros21 anos do ENEM, foram identificadas 58 questões, 2,33% do total, que possuem assuntos de Astronomia. Além disso, os conteúdos previstos pelos PCN+ são abordados apesar de que a recorrência dessas questões seja pequena e bastante variável em cada edição do ENEM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-09-29

Como Citar

Santos, R. de O. dos, & Florczak, M. A. (2020). Análise da inserção do conteúdo de Astronomia no Exame Nacional do Ensino Médio do Brasil (1998-2018). Revista Latino-Americana De Educação Em Astronomia, (29), 73-86. https://doi.org/10.37156/RELEA/2020.29.073

Edição

Seção

Artigos