NÍVEIS INTERPRETANTES APRESENTADOS POR ALUNOS DE ENSINO SUPERIOR SOBRE AS ESTAÇÕES DO ANO

Autores

  • Daniel Trevisan Sanzovo Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Brasil.
  • Carlos Eduardo Laburú Universidade Estadual de Londrina (UEL), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.37156/RELEA/2016.22.035

Palavras-chave:

Educação em Astronomia, Estações do Ano, Formação docente, Níveis Interpretantes.

Resumo

O objetivo deste estudo é investigar os níveis interpretantes iniciais sobre as Estações do Ano apresentados por estudantes em uma disciplina de física de um curso de licenciatura em ciências biológicas de uma universidade estadual do sul do Brasil. O presente estudo, de cunho qualitativo, analisa representações verbais textuais e imagéticas acerca do referido fenômeno astronômico. Constatou-se que todos apresentaram níveis interpretantes equivalentes àquele anterior a qualquer instrução, centrando suas explicações desse conceito na variação da distância entre a Terra e o Sol e representações indeterminadas ou confusas. Outro importante resultado foi a ausência de uma concepção cientificamente correta sobre o assunto. Os dados do presente estudo estão em concordância com diversas pesquisas sobre a má formação docente, em termos de astronomia, de futuros professores de ciências, ao passo que ressaltam a importância tanto de uma reestruturação da formação inicial desses futuros docentes quanto da formação continuada dos profissionais em exercício.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Trevisan Sanzovo, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Brasil.

Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)/docenteUniversidade Estadual de Londrina (UEL)/doutorando programa Pós-graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática

Downloads

Publicado

2016-12-20

Como Citar

Trevisan Sanzovo, D., & Laburú, C. E. (2016). NÍVEIS INTERPRETANTES APRESENTADOS POR ALUNOS DE ENSINO SUPERIOR SOBRE AS ESTAÇÕES DO ANO. Revista Latino-Americana De Educação Em Astronomia, (22), 35–58. https://doi.org/10.37156/RELEA/2016.22.035

Edição

Seção

Artigos