DETERMINANDO A FORMA DA ÓRBITA DE MARTE NO ENSINO MÉDIO

Autores

  • Carlos Maximiliano Dutra
  • Andressa Rossini Goulart

DOI:

https://doi.org/10.37156/RELEA/2014.18.011

Palavras-chave:

Órbita, Planeta, Marte, Kepler, Gravitação.

Resumo

No presente trabalho, visando suprir a deficiência de atividades práticas relacionadas ao conteúdo de Leis de Kepler nos livros-textos de Física do 1º ano do Ensino Médio, apresentamos uma atividade prática de determinação da órbita de Marte. O aluno, combinando conceitos físicos com a geometria poderá vivenciar a experiência da descoberta da forma da órbita de Marte de modo similar ao realizado por Johannes Kepler. Aplicamos a metodologia proposta junto a dezoito professores do Curso de Especialização em Educação em Ciências e obtivemos em um trabalho de duas horas de duração o traçado da órbita de Marte com resultados numéricos médios que reproduzem com erro inferior a 14% os parâmetros orbitais de referência da órbita de Marte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-15

Como Citar

Dutra, C. M., & Goulart, A. R. (2014). DETERMINANDO A FORMA DA ÓRBITA DE MARTE NO ENSINO MÉDIO. Revista Latino-Americana De Educação Em Astronomia, (18), 11–25. https://doi.org/10.37156/RELEA/2014.18.011

Edição

Seção

Artigos