MANCHAS SOLARES E A LEI DE NEWCOMB-BENFORD

Autores

  • Mauro A. Alves Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Brasil.
  • Cássia S. Lyra Infinite Technical, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.37156/RELEA/2008.06.021

Palavras-chave:

Ensino de astronomia, Atividade extracurricular, Manchas solares, Lei de Newcomb-Benford.

Resumo

Este trabalho descreve uma atividade extracurricular na qual a lei dos primeiros dígitos de Newcomb-Benford (LNB) é introduzida a estudantes através do estudo de manchas solares. A LNB estabelece que os primeiros dígitos de vários tipos de conjunto de dados de ocorrência natural não são distribuídos de maneira uniforme, mas sim de acordo com uma distribuição logarítmica de probabilidade. A LNB é contra-intuitiva e é um ótimo exemplo de como a matemática aplicada ao estudo de fenômenos naturais pode fornecer resultados surpreendentes e inesperados, servindo também como um agente motivador no ensino de ciências e matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-01

Como Citar

Alves, M. A., & Lyra, C. S. (2008). MANCHAS SOLARES E A LEI DE NEWCOMB-BENFORD. Revista Latino-Americana De Educação Em Astronomia, (6), 21–31. https://doi.org/10.37156/RELEA/2008.06.021

Edição

Seção

Artigos