ASTRONOMIA NO ENSINO MÉDIO: COMPREENDENDO DETALHES DO MOVIMENTO APARENTE DAS ESTRELAS COM UM MINIPLANETÁRIO

Demetrius dos Santos Leão

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar parte dos resultados obtidos com a intervenção feita como projeto da dissertação de mestrado do autor, que consistiu no desenvolvimento de um conjunto de aulas de Astronomia, com alunos do 1º Ano do Ensino Médio de uma escola da rede privada do Distrito Federal (Brasília, Brasil), empregando como recurso principal um material didático chamado miniplanetário (MP). Utilizando como pressuposto teórico norteador dessas aulas as ideias de contextualização e dialogicidade de Paulo Freire, foi proposta aos estudantes a montagem e utilização desse recurso em uma sessão de planetário. Durante o projeto, enfatizaram-se assuntos como a trajetória aparente das estrelas para o céu de Brasília, a localização dos pontos cardeais a partir da constelação do Cruzeiro do Sul, as cores das estrelas e as estrelas vistas de uma determinada localidade. Apurou-se que os alunos apresentaram melhoria na compreensão desses assuntos, bem como demonstraram expressiva empolgação com essa metodologia desenvolvida.


Palavras-chave


Ensino de Astronomia; movimento celeste; recurso instrucional; planetários; educação dialógica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2013.15.027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: