TÓPICOS DE ASTRONOMIA, ASTROFÍSICA E COSMOLOGIA NA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COMO PARTE INTEGRANTE DE UM PROJETO CURRICULAR DIFERENCIADO DE FÍSICA

Ricardo Rechi Aguiar, Yassuko Hosoume

Resumo


Neste trabalho relatamos parte da aplicação e avaliação de um projeto curricular alternativo de Física, com ênfase na inserção de elementos de Astronomia, Astrofísica e Cosmologia integrados ao curso da 1ª série do ensino médio, desenvolvido durante um semestre com 93 estudantes, em uma escola particular paulistana. A avaliação foi realizada a partir dos dados de um questionário semiestruturado e de uma avaliação individual. Utilizando-se da metodologia de Análise de Conteúdo foram construídas duas principais categorias de análise: “Mudança na visão de mundo” e “Nova visão cosmológica”. Ressaltamos que 97% dos estudantes que participaram da avaliação do projeto responderam afirmativamente a uma questão que perguntava se o “curso de Física do 1º ano modificou sua visão sobre o mundo e sobre o Universo”. Diversos conteúdos foram citados livremente por eles, demonstrando uma apropriação dos mesmos, com destaque para “Espectro/Espectroscopia” (nomeado por 28% dos estudantes), “Medidas de distâncias estelares” (28%) e “Big-Bang” (23%). Acreditamos que o projeto provocou impacto sobre visão de universo da maioria dos estudantes, pois estes apontaram nos instrumentos analisados que haviam ganho uma percepção maior das escalas de tamanho envolvidas na Astronomia e/ou explicitavam que “seus Universos” não eram mais os mesmos após terem passado pelo curso.

Palavras-chave


Ensino de Física; Ensino de Astronomia; Ensino Médio; Astrofísica; Cosmologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2018.25.055

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: