DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA: AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PESQUISADORES BRASILEIROS QUE ATUAM NO CAMPO DA ASTRONOMIA

Dalira Lúcia Cunha Maradei Carneiro, Marcos Daniel Longhini

Resumo


O artigo aborda o papel da divulgação científica na interação entre ciência e sociedade. Argumenta a relevância da Astronomia como desencadeadora do processo de divulgação científica. À luz da Teoria das Representações Sociais fundamentada por Moscovici, estudam-se as representações sociais sobre divulgação científica de pesquisadores brasileiros que atuam no campo da Astronomia. Sujeitos de diferentes trajetórias formativas participaram de entrevistas semiestruturadas analisadas conforme sugerido por Spink. Os resultados apontam duas representações: uma para a sociedade em geral, movida pela paixão, ancorada em valores e crenças, na satisfação de ver os resultados que suas ações trazem à vida das pessoas; e outra para os seus pares. Na primeira, emergem lacunas que obstaculizam a prática da divulgação científica, como a falta de formação e a dificuldade de utilizar linguagem acessível; a burocracia exigida na execução de projetos e a representação negativa sobre a mídia somam-se à lista dos obstáculos. Outras considerações são que a Astronomia não faz parte de forma sistemática do ensino, tampouco da mídia em geral, e, não raro, apresenta-se com erros conceituais. Essas representações encontram eco no referencial teórico, revelando que, apesar dos avanços, a divulgação científica e a Educação em Astronomia encontram-se num contexto de fragilidade social.


Palavras-chave


Divulgação Científica; Representações Sociais; Pesquisador; Educação em Astronomia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2015.20.007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: