A SOMBRA DE UM GNÔMON AO LONGO DE UM ANO: OBSERVAÇÕES ROTINEIRAS E O ENSINO DO MOVIMENTO APARENTE DO SOL E DAS QUATRO ESTAÇÕES

Anderson Giovani Trogello, Marcos Cesar Danhoni Neves, Sani de Carvalho Rutz da Silva

Resumo


Muitas concepções alternativas são reconhecidas entre os diversos grupos de estudantes, em especial nos da educação básica. Dentre elas, o movimento aparente do Sol, por mais quotidiano que seja, proporciona variadas interpretações. Deste modo, observar e registrar o movimento dos astros na abóboda celeste é uma tarefa necessária ao ensino de Astronomia. O trabalho que ora se apresenta propõe a apresentação dos resultados da observação do movimento aparente do Sol por intermédio da marcação da sombra de um gnômon vertical por alunos de uma turma do sexto ano do ensino fundamental de uma escola do campo do Paraná. O projeto em si ocorreu em quatro etapas, em datas próximas do equinócio de março, do solstício de junho, do equinócio de setembro e do solstício de dezembro. Além disso, foram desenvolvidas aulas teóricas em sala de aula. Tais métodos buscaram construir conceitos em torno da movimentação aparente do Sol e da alternância das estações do ano. Diante dos resultados provenientes das atividades desenvolvidas foi aplicada uma avaliação e os dados demonstraram um aprendizado desejado dos alunos quanto: ao reconhecimento dos pontos cardeais; à descrição do movimento solar aparente e a ocorrência das estações do ano e sua alternância a partir de observações astronômicas a olho nu.

Palavras-chave


Ensino de Astronomia; estações do ano; gnômon vertical.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2013.16.007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: