CONVERSANDO COM LARA SOBRE A TERRA E A TERRA

Maria da Conceição Barbosa-Lima

Resumo


O presente artigo analisa uma entrevista livre enquanto uma menina de quatro anos e quatro meses, matriculada na educação infantil, desenhava a Terra. A entrevista se realizou fora do ambiente escolar e sem qualquer outra pessoa por perto que pudesse interferir. De acordo com Ferreira & Silva (2004), para que o pesquisador conheça realmente o que uma criança põe no papel através de grafismos e/ou desenhos, é necessário ouvi-la durante o processo de criação do desenho. A menina apresenta, em relação à Terra, o tradicional desenho plano com o ‘céu’ paralelo ao solo, conforme já apresentaram Nardi & Carvalho (1996). Mas quando solicitada a desenhar o Mundo - palavra empregada em um trabalho por Butterworth et al. (2002), com intenção de não provocar ‘confusões’ desnecessárias para seus pesquisados - o representa de forma circular, colocando-se sobre sua superfície. Seus desenhos levaram à conclusão que esta criança ainda não tem conhecimento de que o Mundo em que vive é o Planeta Terra e que, provavelmente por este motivo, diferencia com precisão, dentro dos limites impostos por sua idade e consequente maturidade, a terra e a Terra.

Palavras-chave


Terra; Mundo; Desenho; Educação infantil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2010.10.023

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: