EVIDENCIANDO AS ÓRBITAS DAS LUAS GALILEANAS ATRAVÉS DA ASTROFOTOGRAFIA

Gustavo Iachel

Resumo


Uma atividade relacionada à observação das luas Galileanas e à astrofotografia amadora é apresentada neste trabalho. Através da leitura de trechos da obra Sidereus Nuncius (Mensageiro Sideral), de Galileu, é possível traçar uma metodologia para a observação do planeta e de seus satélites naturais e, com o auxílio da astrofotografia, analisar as anotações de campo. Além disso, é possível comparar as imagens obtidas com o gráfico das posições relativas destas luas para evidenciar suas órbitas. Essa atividade pode ser realizada por professores, estudantes e astrônomos amadores, de forma a desenvolverem suas capacidades de observar fenômenos astronômicos.

Palavras-chave


Ensino de Astronomia; Instrumentação astronômica; Astrofotografia; Júpiter.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37156/RELEA/2009.08.037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1806-7573

Creative Commons License 
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Indexado em: